QUATRO PASSOS PARA SE CONSAGRAR AO SENHOR

Acompanhe aqui os 4 passos para seguir e se consagrar a Deus

Depois que o Senhor resgatou o povo de Israel da escravidão brutal no Egito e os libertou da poderosa mão do faraó, Ele os chamou para consagrar suas vidas.

A consagração não era um pré-requisito para a salvação de Israel, mas uma resposta comandada ao amor fiel de Deus por Seu povo. O

Senhor ordena que a nação de Israel seja “meu povo santo” em Êxodo 22:31, para se separarem para adoração e devoção a Deus.

A ordem não mudou agora que estamos sob o sangue de Cristo. Nossa salvação ainda é uma obra de graça total, baseada na perfeita justiça de Jesus e não na nossa. Ao mesmo tempo, Jesus ordenou àqueles que foram comprados por Sua graça que “obedeçam a tudo o que Ele nos ordenou” e que “sejam santos como Seu Pai é santo”.

Em outras palavras, ainda estamos destinados a nos consagrarmos antes o Senhor, não como um meio de ganhar o Seu favor, mas como a resposta apropriada ao Seu favor. Como é esse processo de consagração?

Primeiro passo:

Primeiro, precisamos nos lembrar da graça de Deus em nossas vidas. Um dos mandamentos mais comuns da Bíblia é “lembrar” tudo o que Deus fez por nós.

Os festivais no AT e os sacramentos no NT são meios de lembrar a obra graciosa de Deus em nosso favor. Um desvio em nosso compromisso com a santidade geralmente está ligado a uma falta de reverência e admiração em tudo que Deus fez por nós. Comece seu processo de consagração escrevendo todos os bons presentes que Deus deu a você e que você não merece.

Segundo passo:

Em segundo lugar, precisamos remover nossos ídolos e distrações.

Quando o povo de Israel se mudou para a terra prometida, eles a encontraram cheia de outras nações que adoravam outros deuses. Esta é uma imagem útil da posição da igreja no mundo hoje – cercada por pessoas que adoram tudo e todos os outros, além do único Deus verdadeiro.

E porque nossos corações estão naturalmente curvados para longe da devoção a Deus, nós nos desviaremos naturalmente para a idolatria. É por isso que Jesus nos ordena a “buscar primeiro” o Reino de Deus à frente de todo o resto, e por que Deus advertiu Seu povo a não adotar os deuses dos povos ao redor deles. Para nos consagrarmos diante de Deus, precisamos reconhecer onde adotamos os ídolos de nossa cultura circundante e os removemos de nossas vidas. Continue sua consagração escrevendo as distrações que o impedem de amar a Deus primeiro e mais em sua vida.

Terceiro passo:

Terceiro, precisamos nos arrepender de atitudes e ações pecaminosas. Quando nos voltamos de nossos ídolos para buscar o Senhor, devemos confessar os pecados que se tornaram uma segunda natureza para nós.

Devemos estar conscientes dos pecados que mais facilmente desculpamos – as atitudes egoístas, maus pensamentos e palavras duras. Precisamos concordar com Deus que a nossa preguiça e maldade e luxúria e ganância e apatia são pecados contra a Sua santidade.

Precisamos nos arrepender de nossa atitude irreverente em relação ao nosso próprio pecado e reconhecer o dano que nosso pecado causa ao nosso relacionamento com Deus e com os outros. Ao se consagrar diante do Senhor, peça a Ele que lhe mostre as atitudes e ações pecaminosas ofensivas a Ele, especialmente aquelas que você não pode ver. E volte desses pecados para o Senhor.

Quarto passo:

Em quarto lugar, precisamos reafirmar nossos corações a Deus. Consagração não é, em última análise, sobre a vida limpa. É sobre adoração. Nós nos consagramos diante do Senhor para não nos provarmos ao próximo ou nos sentirmos bem conosco. Nós nos consagramos diante do Senhor para o Senhor. Buscamos a santidade como um ato de adoração, a partir de um profundo amor e respeito pela dignidade de Deus. Deste modo, a verdadeira consagração procura trazer ao Senhor a glória e a honra que Ele é devido. Termine seu processo de consagração declarando seu amor e devoção a Deus como sua maior e maior busca.

Artigo relacionado: Como se consagrar a Deus

Deixe uma resposta